top of page

Técnicas de psicomotricidade para praticar em casa brincando com seu filho!


A psicomotricidade é essencial na vida das crianças. Em outras publicações, também salientamos a importância desse aspecto humano para o desenvolvimento infantil de maneira completa.


Não é de hoje que profissionais de pedagogia, psicopedagogia, psicólogos, médicos e outros se preocupam com a capacidade que a criança tem de associar as funções do cérebro com os movimentos. As pesquisas seguem avançadas. Tudo em nome do reconhecimento de mais detalhes importantes para novas descobertas.

Psicomotricidade na INFÂNCIA


Durante o processo da educação básica, as crianças ficam diante de várias situações que impulsionam seu conhecimento. A questão pedagógica incide sobre a psicomotricidade do pequeno a partir de atividades direcionadas ao trabalho da mente, dos movimentos e do lado afetivo da criança.


É importante notar que as aplicações de tais exercícios, de forma lúdica, ajudam as crianças na descoberta do mundo ao redor. A noção que os pequenos passam a ter de seu espaço é interessante e bastante válida para a própria formação na primeira infância.

Preparamos a seguir algumas técnicas que podem ser usadas para trabalhar a psicomotricidade de seu pequeno neste feriado.


Atividades táteis: Experimentar e entender os diferentes sentidos (visão, audição, olfato, paladar e tato) é muito importante. Os sentidos ajudam não apenas a explorar o mundo, mas também a compreender nosso entorno e os nossos próprios corpos.


1. Venda nos olhos: Uma brincadeira para estimular os sentidos é aquela que consiste em vendar os olhos da criança e fazer com que ela encontre vários objetos. Para isso, devemos pedir que elas toquem os objetos que encontrarem ao seu redor (devemos adicionar objetos novos ao entorno, é claro) para que adivinhem de qual objeto se trata. Por exemplo, podemos ir a um ambiente que tenha uma mesa, fazer com que elas toquem livros, canetas, brinquedos. É preciso tocar e cheirar para descobrir. Estimule os acertos com palavras de incentivos e muita animação.


2. A gaveta de texturas: Como o próprio nome indica, vamos criar uma gaveta com diferentes texturas. Para isso, precisamos de uma caixa na qual teremos pequenos espaços separados, por exemplo, colocando potes de iogurte vazios dentro. Devemos colocar objetos diferentes em cada espaço. Além de objetos, podemos utilizar outras coisas, como arroz (cru), óleo, água morna, areia etc. O objetivo é deixar as crianças explorem as diferentes texturas com as mãos e até com os pés!


3. Adivinhe o que está dentro da sacola: Mais um exercício para que as crianças explorem o estímulo tátil é o “adivinhe o que está dentro da sacola”. Nessa brincadeira, devemos colocar diferentes objetos dentro de uma sacola. Para isso, podemos procurar objetos facilmente identificáveis pelo tato. Por exemplo, um pente, chaves, bloquinhos, bolinhas de gude etc. O objetivo é que as crianças peguem um objeto da sacola e o descrevam com base no tato. Outra forma de realizar essa brincadeira é descrever um desses objetos para as crianças e pedir que elas o procurem dentro da sacola sem olhar. A ideia é que elas toquem os objetos e escolham o que mais se aproximar da descrição fornecida.


Outras atividades que façam os pequenos pular, rolar, dançar; exercícios que apresentam a elas rotinas que farão parte de sua vida, como amarrar os sapatos, pentear os cabelos, vestir uma roupa, escolher um brinquedo, pegar um objeto específico, são excelentes estímulos psicomotores.


É importante notar se a organização do espaço/tempo está de acordo com o objetivo da atividade proposta.


Técnicas que independem da idade e que potencializam habilidades motoras: desenhos, pinturas, colagem. Use a criatividade pintando o 7 com seu filho! Você vai amar as memórias afetivas construídas com essas simples atividades.

FONTES:

https://soumamae.com.br/atividades-explorar-estimulo-tatil-criancas/

https://institutoneurosaber.com.br/tecnicas-de-psicomotricidade-na-educacao-infantil/


327 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page